ouvidoria

Enquete

Você está fazendo a sua parte para combater a dengue?




 Resultado

Notícias » Política

Postada em 08/02/2018 ás 11:54:24
Média: 0 (0 votos)

EMENDAS FEDERAIS ➡️ R$ 14,8 MILHÕES POR PARLAMENTAR; PREFEITOS DEVEM SE ATENTAR AOS PRAZOS


A Deputada Federal, Mariana Carvalho (PSDB), recepcionou o Presidente da Associação Rondoniense de Municípios – AROM, Jurandir de Oliveira, que busca soluções às pautas municipalistas, em Brasília. A parlamentar repassou orientações acerca da LOA 2018 e recomendou que os Prefeitos precisam ficar atentos aos prazos que devem ser cumpridos para a indicação das emendas deste ano. Neste exercício de 2018, cada deputado federal e senador do Estado de Rondônia contará com R$ 14,8 milhões de emenda individual, recursos que, pela Constituição, o governo federal é obrigado a executar. O Estado terá, nessa somatória de recursos do Parlamento Federal, uma injeção na ordem de R$ 177 milhões apenas nesta modalidade, sem a contabilização da emenda de bancada e demais recursos extra orçamentários do Orçamento Geral da União. A liberação de emendas individuais é obrigatória, conforme previsão na Constituição, desde a PEC do Orçamento Impositivo, que fixou regra para o cálculo do valor no Orçamento, com base na receita. Deste valor, 50% possui destinação obrigatória nas ações e serviços públicos de saúde, conforme o disposto no art. 166, § 9º, da Constituição Federal. O cronograma de indicação da natureza a ser inserido à emenda se inicia com a abertura da plataforma eletrônica do governo federal, no próximo dia 19 de fevereiro, conforme a programação abaixo: ➡️ 19 de fevereiro de 2018 - Abertura do sistema para indicação das emendas ➡️ 28 de fevereiro de 2018 - Prazo final para indicação das emendas ➡️ 19 de abril de 2018 - Prazo final para os municípios apresentarem as informações O Presidente da AROM, Jurandir de Oliveira, pondera que os gestores municipais, entidades e demais interessados em recursos de origem de emenda do Congresso Nacional devem realizar o diálogo com suas bases políticas, e submeterem ao parlamento, o quanto antes, suas solicitações e demandas, para que os parlamentares possam analisar suas indicações. Fonte: Assessoria/AROM